A frustração no poker

Primeiramente gostaria de agradecer ao espaço cedido pelo Estrelas Poker Micro, é uma honra escrever artigos com essa galera e fazer parte desse time junto com Everton Frozza, Yuri Gianiaki , Breno Salce,  Eduardo José Alves e Fillipe Silva.

Meu nome é Bruno Pontes tenho 24 anos, CEO E-menup e resido no Rio de Janeiro. Meu objetivo como colunista é levar para você todo o estudo aprofundado que venho fazendo há 2 anos sobre todos os aspectos off-game que influenciam diretamente ou indiretamente em seus resultados no poker a longo prazo, espero que meus artigos o ajudem a elevar ao máximo sua capacidade psicológica e de compreender sobre assuntos indispensáveis nos dias de hoje, aonde o nível de competitividade está cada vez mais elevado.

Hoje falaremos sobre um assunto vivenciado todos os dias pelos amadores e profissionais do poker; O sentimento de Frustração. Ele esta presente a todo o momento seja ao vivo ou online, em casa ou no clube, não há como escapar dele.

Falar em frustração não significa falar de algo doentio. A frustração, é uma ocorrência universal e comum a todas as pessoas conscientes de sua existência, necessário ao amadurecimento e ao desenvolvimento do sujeito, de sua relação com os outros e consigo próprio.

Esse sentimento destrutivo já destruiu diversos jogadores e seus bankrolls, é um dos piores sentimentos que há no poker “moderno”, dentre todos os turbilhões de emoções que esse jogo traz.

Abaixo falaremos sobre os níveis de frustação que os jogadores passam em suas rotinas de jogo, como se desviar delas e como isso pode afetar nossa vida tanto negativamente quanto positivamente.

 

Definição de Frustração no Wikipédia :

Frustração é uma emoção que ocorre nas situações onde algo obstrui o alcance de um almejo pessoal. Quanto mais importante for o objetivo, maior será a frustração. É comparável à raiva.

 

Há uma frase que eu gosto muito, do Augusto Cury, de 1956:

“… Não deixe as frustrações dominarem você, domine-as. Faça dos erros uma oportunidade para crescer. Na vida, erra quem não sabe lidar com seus fracassos.”

 

Perceba que a frustração ocorre logo após uma expectativa alta sobre o objetivo que quer alcançar. Perceba também que a Frustração foi comparada com a Raiva, que é um sentimento totalmente destrutivo.

Partindo desse principio, vamos agora classificar alguns níveis dos diversos tipos de frustração que podem ocorrer no jogo de poker.

 

Nível 1: Com aquilo que você pode mudar.

Lembra daquela vez que você após perder um pote grande ou torar seu Bank todo no cash, você parou e pensou : – Eu poderia ter feito diferente; eu poderia ter foldado; ou melhor, poderia ter estudado mais pra saber que preciso foldar esse tipo de spot. E é exatamente isso, você se frustra por saber que poderia ter feito algo diferente e não fez.

Haverá frustração se você perder $20 no seu bank de $1k ? Não. O controle de Bank nada mais é que o controle da frustração nível 1.

Porque você acha que os profissionais se alimentam bem, treinam, estudam e tratam seus banks como se fossem filhos ? Pois o sentimento de frustração com aquilo que você pode mudar não ocorrera, ele saberá que deu o máximo de si.

Você acorda tarde?  Alimenta-se bem?  Fuma?  Pratica exercícios físicos? Estuda semanalmente? Se quaisquer respostas dessas perguntas forem negativas para uma resposta saudável, você com certeza encontrará varias e varias vezes com a frustração Nivel1.

 

Nível 2: Com aquilo que você não pode mudar, mas precisa conviver.

Esses nós já estamos cansados de saber né? Quantas vezes bateu aquela carta que você não queria ver; quantas vezes você passou por problemas financeiros e não pode jogar; quantas vezes aconteceram algo inesperado que impedisse você de jogar e não há nada em que possa fazer. Esse tipo de frustração faz muitos jogadores largarem o poker, pois o famoso fator “sorte” consequentemente afeta exatamente a frustração nível 2.

Não conseguir ter o controle de todos os fatores determinantes para o sucesso do poker, pois como sabemos, precisamos de diversas variantes para ser bem sucedidos, frustrará muitas pessoas e se encaixa também no nível 2.

 

Nível 3: frustração vs. acomodação.

Essa é a pior de todas, pois a partir do momento em que há acomodação em relação ao sentimento de frustração é uma ladeira abaixo sem freio. Ao você se acostumar com esse sentimento de acomodação da frustração, você acaba literalmente entregando tudo para seu oponente e eu não falo de ficha não, falo de caráter. Construindo esse sentimento de acomodação em sua mente, ela abafa o sentimento de frustração, não fazendo ser benéfico.

Com certeza você já ouviu falar de jogadores que perderam muito dinheiro jogando, ou jogadores que sempre perdem nos primeiros níveis de blind e estão felizes da vida com o poker que estão jogando, simplesmente não ligam, eles se encaixam no nível 3.

imgBruno01

Sim, a frustração é benéfica.

Todos os níveis acima podem ser qualificados como bons; Sim, é isso mesmo. A frustração é algo positivo na vida de um jogador, pois é ela que é a ferramenta mais necessária e poderosa para que você tenha Motivação e consciência nos momentos que mais precisar dentro do jogo.

Quando digo que a Frustração é boa para o jogador de poker, estou dizendo que: Não Gostar da Frustação é algo bom, pois seu cérebro trabalhara arduamente para que esse sentimento não ocorra de novo.

Em contra partida ele irá continuar todos os seus dias de Grind, isso vai acontecer. Saber lidar com a Frustração momentânea, juntamente com a motivação para que esse sentimento não volte é que ira fazer você vencedor.

 

“A expectativa é proporcional à decepção”

 

Haverá frustração por conta do oponente, por conta do baralho e por conta do dealer, até o momento que você perceber que o problema é você.A partir dai vem o sentimento de Frustração de incapacidade. O pior, o melhor e um dos mais importantes de todos, pois a frustração de incapacidade é a motivação para o estudo diário. Porque você acha que os profissionais estudam diariamente? Pois a frustação de incapacidade é a pior de todas, a mais difícil de acostumar.

O Grande problema da Frustração é você se acostumar com ela, isso levara você a falência. A partir do momento que você tem um objetivo que é ganhar um torneio, e esse objetivo não foi concretizado, logo vem a frustração. Agora, imagine se além disso, você se acostumar com o sentimento de frustração, ou pior, achar isso NORMAL dentro de você. Com certeza não acabará bem; pois se acostumar com esse sentimento é a pior coisa que você pode fazer dentro de um jogo como o poker.

Tenha sempre em mente que não são as cartas que irão fazer você vencedor, são seus hábitos, costumes e controle mental que prevalecerão no médio/longo prazo.

Minha dica é simples, faça sua frustração virar motivação, não deixe- se acomodar NUNCA.

Entenda a Frustração; Ame a Frustração; Odeie a Frustração; Mais nunca vire um Frustrado.

Bruno Pontes.

Prox. Artigo: Superstição, ter ou não ter?

Autor: Bruno Pontes

Compartilhe esse post
468 ad

16 Comentários

  1. Gostei! eu tenho o nível 3 e nem sabia, rs.

    Responder
    • Que bom que gostou, espero poder ajudar ainda mais :)

      Responder
  2. Obrigado Anderson, que bom que gostou :)

    Responder
  3. Parabéns pelo artigo.. Muito bom irmão

    Responder
    • Obrigado DG :) TMJ

      Responder
  4. Incrível , todos jogadores deviam ler !! Parabéns pelo conteúdo !

    Responder
    • Obrigado Miguel , representa o Brasil também nos panos verdes ai na Itália :)

      Responder
  5. Fica aqui meus parabéns pelo conteúdo mostrado .. Parabéns só tem a crescer estudando e ajudando o próximo !!

    Responder
    • Obrigado Jailton :)

      Responder
  6. Muito bom!!! Impressionante sua forma de ver o jogo por esse lado . Ótimo texto

    Responder
    • Obrigado Ricardo ! Espero poder ajudar cada vez mais !!!

      Responder
  7. Obrigado Galera! É uma honra poder ajudar! Não percam o próximo artigo !

    Responder
  8. Excelente artigo

    Responder
  9. parabéns bruno, gostei muito desse post, eu estava infinitamente precisando ouvir/ler isso, muito obrigado!

    Responder
  10. Mesmo eu não sendo jogadora de poker, adorei o artigo. Muito bem escrito!! Parabéns !

    Responder

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>