Deals e seus impactos no poker como esporte


Fala Pokeristas, tudo certo ai ?

De volta aqui, semana passada acabei me dedicando mais ao grind e acabou ficando corrido pra escrever o artigo, mas hoje não teve trégua, estou de volta!

Antes de começar com o tema, queria agradecer a repercussão dos textos. Parece que o pessoal tem gostado bastante não só dos meus, mas de todos os outros redatores que estão escrevendo aqui pro Estrelas. Sinal que o pessoal está se conscientizando e buscado ler cada vez mais sobre o assunto e isso só traz benefícios pra todos. Tenho certeza que estamos firmando um canal de comunicação bem bacana aqui.

Sem mais falatória, vamos pro que interessa. O tema de hoje é um pouco polêmico que causa algumas divergências, e que penso ser algo natural. Dessa forma, pessoas começam a pensar e quem sabe chegar numa conclusão melhor.

Deals e o seu impacto na visão do Poker como esporte.

Chamar Poker de Esporte é algo que estamos vendo com bastante frequência ultimamente, mas na realidade esse ainda é um conceito que causa muito debate e não está totalmente inserido no cenário político e social no país. Apesar de já ter sido considerado um esporte da mente pela IMSA (Associação Internacional de Esportes da Mente), ainda existem alguns conflitos legais que causam alvoroço, mas de toda forma podemos ver avanço nesse ponto com a formação dos times, contratos de atletas, investidores (Bankers), a própria mudança da mentalidade de quem pratica e alguns projetos que estão surgindo como o do André Akkari, que oferece salário fixo e toda uma estrutura profissional. Querendo ou não, esse é um grande passo para o Poker no país.

No entanto, algumas coisas ainda precisam ser reavaliadas e uma delas é a questão dos ‘Deals’. Pra quem não sabe, nessa semana aconteceu a 6ª etapa do BSOP em Floripa e na mesa final quando restavam 5 jogadores, pausaram o torneio para discutirem um ‘Deal’. Uma breve explicação, deal é um acordo que os jogadores fazem, a fim de reajustar a premiação de forma que fique mais ‘justa’, conforme a quantidade de fichas de cada jogador naquele exato momento. Normalmente ocorre na mesa final, na intenção de diminuir a variância, já que depois tantas horas ou dias de torneio, o PayJump (Diferença de premiação entre uma colocação e outra), costuma ser algo bem significante. Costuma-se deixar uma parte da premiação destinada ao vencedor. Essa é uma das formas de fazer os jogadores que ainda estão lá não perderem o espírito competitivo e estimular os atletas restantes a continuarem a disputa com afinco, e aqui eu começo a discordar.

Pra tentar ilustrar por que, vou citar um exemplo de um outro esporte também individual, o Tênis.

Imagine a seguinte situação: Esse ano o US Open atingiu record de premiação, e o 1º colocado levou US$ 3 milhões e o 2º US$ 1,45 milhão. Imagine que a final tenha sido Rafa Nadal x Andy Murray (utilizei os dois pois possuem patrocinadores concorrentes, Nike e Adidas respectivamente). Agora, imagine que o jogo estivesse acirrado, 1 set a 1 e antes de começar o 3º set, NA FRENTE DAS CÂMERAS, o Nadal chega pro Murray e fala ‘ Pô, não quer fazer um Deal 50fifty ? To ficando cansado, não sei no que pode dar esse jogo pelo menos nós dois garantimos uma boa nota.’ ISSO NÃO EXISTE!!!  O Jogo ficaria morno, os atletas jogariam com menos afinco, os espectadores perderiam o tesão de assistir, por que o fato de saber que existe uma premiação ali em jogo, torna o jogo mais atraente, mais contagiante. Pros patrocinadores, iria repercutir negativamente na mídia durante meses, seria algo péssimo pra imagem do patrocinador que investe uma bela grana pra ver sua marca superando a concorrente dentro de quadra e também para imagem do esporte, não concordam? A mesma coisa acontece com o Poker.

Pra quem assistiu a transmissão pela TV Poker Pro, depois do deal, os jogadores pareciam desleixados, despreocupados, todos satisfeitos com os resultados até aquele momento, mas cara, AINDA NÃO ACABOU! Tem o troféu, o bracelete, o glamour de ser o campeão de uma etapa de BSOP fora a premiação extra do campeão. Poxa, acho que os valores de esporte competitivo se perdem com essa atitude. Como eu iniciei esse artigo falando sobre Poker e a consolidação da imagem como esporte, acredito que isso é algo que não favorece essa evolução. Pros patrocinadores do evento e dos atletas, não é algo vantajoso, talvez seja para o atleta em si ali, individualmente falando, junto com seus bankers que patrocinaram sua entrada no torneio e olhe lá. Fora isso, não consigo enxergar onde isso pode ser bom.

Abaixo eu coloquei a diferença das duas premiações da etapa em questão, vejam:

deal

Reparem na diferença do 6º colocado para o 5º, com o Deal ficou uma diferença gritante.

Isso não é algo que acontece somente no Brasil. No EPT de Mônaco também rolou Deal, no main event do WCOOP também e provavelmente teremos no November 9. Claro, quem está falando é alguém que no máximo chegou a FT de torneios pagando U$8k, o que é isso comparado a premiação desses torneios? Mas essa não é a questão. Muitos alegam que esse é um acontecimento esporádico, que raramente acontece duas vezes e por isso preferem não correr tanto o risco.  Minha humilde opinião, isso como um todo, inibe a intenção de patrocinadores e retarda a evolução do esporte no geral. Deixa o jogo rolar, faz o público ficar vidrado até o último momento pra saber quem levará aquela bolada toda, faça do campeão um verdadeiro mito, que superou tudo e todos. Creio que isso traria maior satisfação pra quem assiste, pra quem joga e pra quem investe.

E você, o que pensa sobre os Deals ? Favorece o crescimento do esporte ou não faz diferença? Não deixe de comentar!

Espero que tenham gostado, valeu!

Até a próxima semana.

 

Yuri Gianiaki

Facebook: https://www.facebook.com/gianiaki?ref=hl

Blog: http://gianiaki.wordpress.com/

Skype: yuri.gianiaki

 

Autor: Yuri Gianiaki

Compartilhe esse post
468 ad

2 Comentários

  1. Muito bom o artigo, compartilhamos da mesma opinião !

    Responder
  2. muito bom Bruno, concordo plenamente!!!!! #SEMDEAL
    Cara a mesa fianl perde toda graça quando isso acontece, os cara já vão All in e pagam All in com qualquer mão, afinal a premiação já esta garantida mesmo né kkkkkk acredito sim que o jogo tem que continuar sem deal até o fim. é isso grande abraço

    Responder

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>