Estratégia para torneios de Poker: Middle Game – Parte 2

E aí amigos do estrelas  poker micro! Como foram de grind?! Aqui foi tudo bem, essa semana fizemos várias deep runs, algumas mesas finais, uma cravada… E assim foi. Depois do descanso da segunda-feira e de algumas reviews, amanhã estamos de volta, tentando sempre melhorar, que o caminho é longo.

Agora vamos ao que interessa, nosso 2º artigo sobre Middle Game!! Resolvi falar pra vocês sobre uma ferramenta que eu tenho usado bastante no meu jogo e tem dado muito certo, o FLOATING! Ela começa a ser usada neste estágio de torneio e geralmente ainda é usada no late game, só que com bem mais precisão e cautela.

Vou começar explicando o que é esse tal de floating. Ele nada mais é do que você pagar uma aposta em posição sobre um determinado vilão, esperando que ele venha a dar check no turn, e aí você aposta e ganha o pote.

Ex: Digamos que o vilão subiu de cutoff e você defendeu do button.  O flop trouxe: Jh 2s 5d.

O vilão fez um c-bet num size padrão, e você com KcTc resolve dar call para flutuar ele. Veja, você não tem valor e poucas cartas no turn vão melhorar sua mão, mas você decide aplicar o floating. O turn traz uma blank e após o check do oponente, você executa o passo final, aposta e o vilão folda.

Parece simples né?! Mas não é tanto. E devemos levar em conta alguns aspectos antes de decidir usar esta ferramenta.

RANGE e TEXTURA!

Range: Pra quem ainda não está familiarizado, range é a gama de mãos que o seu adversário pode ter. Esse pra mim é o aspecto mais importante do jogo, os grandes jogadores são monstros em analisar range, eles sabem o que você pode ter, sabem o que você faria e o que você não faria caso realmente tenha o que eles acham que você pode ter, rs. Complicado não é?! Mas acreditem, eles sabem!

Trazendo isso um pouco pro nosso tema de floating, eu posso dizer o seguinte: Vocês se lembram no 1º artigo quando eu disse que mãos a gente abre de cada posição da mesa? Que nós temos oito grupos de mãos e na maioria das vezes para cada posição da mesa você abre tais grupos de mãos? Quem não viu, dá uma olhada nos primeiros artigos que vale a pena (tudo nesse jogo está interligado).

Quem viu o artigo ou já tem uma noção maior do jogo, sabe que do Cutoff o vilão está abrindo uma imensidão de mãos, quase todo o range dele. Então, se ele abre tantas mãos, e a gente sabe que o jogador acerta o flop apenas 30% das vezes, a chance dele ter errado o flop é gigantesca! Por isso vale a pena você flutuar. É muito difícil eu largar qualquer mão que eu esteja envolvido para uma primeira aposta, a não ser que ela apresente fortemente nosso outro aspecto, TEXTURA!

Um dos meus coachs, o Gustavo “GremistaAK” Pinto, costuma dizer o seguinte: C-bet contra reg bom é no turn! É uma forma de nos dizer que se você enfrentar um jogador bom o bastante, ele raramente vai foldar pro seu c-bet, ele na maioria das vezes vai lhe aplicar o floating, por que por simples questões matemáticas, você tem muito mais chance de errar do que acertar. Ok?

Textura: O que é isso? Quando eu falei que foldo pra uma c-bet padrão, é quando acontece basicamente o seguinte:

Ex: Digamos que o vilão subiu do UTG e você completou no big blind. Flop nos mostra: As Jc 5s.

Vale a pena aplicar o floating aqui? (Nesse caso como seriamos o primeiro a falar, por estar fora de posição, seria o floating reverso, mas isso eu explico mais na frente).

O floating nessa ocasião em longo prazo não vai ser lucrativo, pela simples questão de textura do board.

Simples, esse tipo de flop acerta mais o range de quem sobe do UTG ou de quem defende do Big Blind? Quem tem mais chances de ter Ax no range, Jx, ou algum combo draw como KT, QT, KQ? Teoricamente quem subiu de utg né, e não quem completou o big blind, portanto o floating aqui não é indicado, por que essa textura acerta muito mais o range do vilão e não o seu.

Diferentemente se o flop nos traz:  5s 6c 7c

Nessa textura, o flop parece acertar mais quem? Muito mais a gente que fletou do big blind. Prestem atenção que eu estou falando em PARECER acertar, e não acertar. A gente não joga pra acertar, jogamos pra fazer com que o adversário acredite que a gente acertou, então nesse tipo de flop eu vou fazer ele acreditar que eu acertei, mesmo que eu na maioria das vezes não tenha acertado.

Ele vai ter que suar muito pra me fazer acreditar que acertou alguma coisa nesse tipo de board. Mas, nesse caso o floating será bom em longo prazo, e aí você pode fazer uma infinidade de coisas nesse flop, mas o mais básico é dar check, esperar pela c-bet do vilão e dar call, esperando que no seu check turn ele também dê check e você aposte o river, levando a mão.

Viram a diferença entre floating e floating reverso? O floating acontece quando estamos em posição e na maioria das vezes vamos levar o pote no turn, depois do call no flop.

No floating reverso, estamos fora de posição, e só vamos poder levar o pote no river, pois vamos de check-call flop, pra esperar um check-check turn, e aí sim, saímos apostando o river. Beleza?

Não sei se vocês já ouviram falar no Double-floating, que nada mais é do que você dar call em 2 streets.

Vamos voltar ao 1º exemplo: Vilão subiu de cutoff e você defendeu do Button no flop Jh 2s 5d.

Ele aplicou uma c-bet e você sem valor, na pura tentativa de flutuar, deu call. O turn trouxe um 6d, uma carta que não muda nada e o vilão apostou de novo. Você ainda não acreditando que ele tenha acertado algo, e mesmo sem valor, resolve dar o 2º call, na esperança que ele mese o river. River digamos que dobrou o 2, e ele finalmente deu check. Você sem valor algum fez uma aposta, e ele foldou. Você deu 2 calls, esperando uma demonstração de fraqueza do oponente, o que aconteceu. Por isso esse tipo de ação se chama Double-Floating. Ok?

Existem ainda outras situações, outros detalhes, outras variações, mas vamos com calma. Vou encerrando esse artigo por aqui, já temos bastante informação nesse, entendam e tentem aplicar; Sejam chatos, sejam difíceis de serem convencidos, e lembrem-se: Range e Textura são os segredos!

Um abraço e GL a todos,

Fillipe Éverton

Facebook : https://www.facebook.com/fillipeeverton.silva

Twitter: @Fillipe_Everton

E-mail: Fillipe_Everton@hotmail.com

BannerCtJpg

Autor: Fillipe Silva

Compartilhe esse post
468 ad

4 Comentários

  1. Valeu, Fillipe!
    Bora aplicar tudo isso aí pra internalizar!
    Abraço!

    Responder
    • Valeu Sérgio!! Vamo simbora. Glglgl

      Responder
  2. Show de bola filipe!!!!

    Responder
  3. Mttt bom artigo!

    Boa fazer um artigo sobre float reverso..,mais detalhado!

    Responder

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>