Estratégia para torneios de Poker: Late Game – Parte 1

E aí galera! Como foram de grind essa semana? Deu tudo certinho pra vocês?

Hoje eu vou escrever o 1º artigo sobre o late game! Aqui é onde se separa meninos de leões.

Então vamos lá… Estamos chegando perto do nosso primeiro objetivo. Eu sempre costumo dizer que em um torneio, eu pelo menos, tenho 3 objetivos:

  • Chegar na mesa final
  • Chegar entre os 3 primeiros colocados, por que ali é onde está o dinheiro
  • Cravar o torneio

Então, o que precisamos saber que vai fazer toda a diferença entre aquele tipo de jogador que faz muitos ITM´s e aquele tipo de jogador que crava torneio?

Em primeiro lugar, vamos lembrar aquelas porcentagens que a gente vem falando desde o primeiro artigo.

Nesse momento do torneio, nós vamos jogar 85% das mãos por blefe e 15% das mãos por valor!

E quais são os aspectos que devemos levar em conta no Late game? Pra mim, um dos mais importantes, se não o mais importante é AGRESSIVIDADE! Você tem que se lembrar do seguinte:

A maioria dos jogadores está de olho na mesa final, eles querem chegar lá, então quanto mais você pressionar esse tipo de jogador, mais fácil vai ser levar determinados potes. Você tem que identificar quem são esses players, pra isso você pode muito bem olhar no sharkscope.com ou no Officialpokerrankings.com.

Vejam quem são os jogadores iniciantes, os maus jogadores, aqueles que estão pressionados pelo dinheiro devido ao seu profit, etc. São eles que você vai atacar. Não vá querer pressionar um reg bom com 100k de profit num torneio que paga 1k que você nunca vai se dar bem.

Então, a primeira dica é essa: Agressividade! Eu sempre costumo somar ela com Oportunidade. Então a gente fica assim: Agressividade + Oportunidade.

A gente tem que ser surtado em procurar oportunidade, vejam bem, PROCURAR oportunidade não quer dizer INVENTAR oportunidade, alguns exemplos básicos:

  • Veja quem está subindo mais mãos do que os outros jogadores e comece a aplicar alguns 3-bets. Uma variação disso é que você pode aplicar esse 3-bet quando tiver algum jogador short na esquerda, isso vai demonstrar muita força na sua ação. Agora se o 3-bet for light, lembre-se de fazer um size que não lhe comite em pagar o jogador que está short.
  • Pressione os jogadores com stacks médios! Procure aqueles oponentes que tem ali na faixa de 20-25bbs, esses são os melhores que você pode atacar, por que um 3-bet nesse jogador vai deixar ele geralmente com 1 opção: shovar ou foldar, e a grande parte dos jogadores vai foldar, por que vão estar em mente que querem preservar o torneio e chegar a mesa final.
  • Uma dica muito importante: Tem que ter RANGE pra aplicar esses 3-bets. Muitos jogadores fazem isso com 63o, 94s, essas mãos marginais. Ok, até existem alguns spots onde você pode 3-betar n2 (qualquer coisa), mas eles são raros e bem mais avançados, a gente vai se dar muito melhor se tiver range mesmo pra 3-bet light, por que quando um cara desse resolver fletar, a gente vai ta defendido se tiver 3-betado com uma blocker por exemplo, ou com algumas suited conectors, etc.

Muita gente acha que isso não é importante, que se é light, pode ser com qualquer coisa, mas não é. Pra 3-betar light tem que ter RANGE.

  • Outra boa oportunidade que a gente tem que ficar de olho é a seguinte: Suba no blind de quem tá short. Suba no big blind daquele cara que tem por exemplo 13bbs. Esse é um bom spot que até da pra subir n2. O cara vai tá com a corda no pescoço e só vai poder shovar e só vai fazer isso quando tiver cartas decentes, pois ele também está de olho na mesa final. Algumas vezes ele vai até fletar, mas como vai acertar apenas 30% das vezes, é uma boa oportunidade pra nós. Identificar também o tipo de vilão é importantíssimo pra podermos adequar o range que vai subir, se dá pra subir todo range, etc. Se for um cara tight, bala nele!
  • Pressione bastante quando tiver na mesa 1 ou 2 caras muito shorts. Isso é muito bom de fazer em mesa semi e em FT. Tipo aqueles caras que ficam se segurando com 9-8-7bbs. Sempre tem né?! E quem vai querer cair do torneio antes desses caras? Praticamente ninguém! Então a tendência é que todo mundo fique se segurando, até esse ou esses vilões caírem. Então praticamente é o seguinte: Passou do cara que tá super short, a gente abre. E dá pra pressionar bastante os outros oponentes com stacks médios, por que como eu disse eles não vão querer colocar o torneio em risco tendo outros players bem mais perto de cair.
  • Respeitem o time da mesa. Isso é muito importante. Entrem no metagame total. Isso tudo que falei aí faz parte do metagame. Pensem além do jogo e além das cartas. Saibam o que os outros estão pensando e o que estão esperando.

E concentração! Fique de olho em tudo, por que assim você vai poder captar coisas que os outros não estão vendo e achar determinadas oportunidades que só você vê. Blz?

Uma coisa que muita gente pensa e eu também, é que quando vai chegando perto da mesa final, você deve ficar se guardando, se preservando, pra não perder ficha, não descer de stack. Posso te garantir que a grande maioria dos jogadores pensa assim. É lógico que você tem que saber o que fazer e preservar seu stack sim, mas saibam que todo mundo tá pensando isso, então aquele jogador que abrir mão algumas vezes de em vez de preservar o stack ser mais agressivo, vai se dar melhor.

Uma coisa que o Caio Pimenta falava sempre é que ele era um jogador acima da média por que o desapego que ele tinha das fichas era enorme.  Então se aparecer a oportunidade, se você ver que a chance é boa, seja agressivo. Não se furte a fazer tal jogada por que “Está tão perto da FT, não vou fazer isso, por que se der errado eu vou cair, dá pra me segurar”.  Se tiver convicção do que está fazendo, faça! Essa vai ser a diferença entre você ser 9º lugar e ser 1º.

Ok?! Próxima semana eu trago alguma ferramenta específica do Late game e alguns exemplos reais.

Espero que vocês tenham gostado, qualquer coisa é só falar nos comentários ou em algum dos meus contatos.

Um abraço e GL a todos,

Fillipe Éverton

Facebook : https://www.facebook.com/fillipeeverton.silva

Twitter: @Fillipe_Everton

E-mail: Fillipe_Everton@hotmail.com

Autor: Fillipe Silva

Compartilhe esse post
468 ad

4 Comentários

  1. Que tal um post ensinando os termos de poker? Sou iniciante e não entendi algumas partes do post devido aos termos que desconheço! Abraço

    Responder
    • Olá gustavo! Pode ser feito sim, é algo a se pensar. Vou conversar com os oragnizadores do site e te informo! Abraço

      Responder
  2. Falae, Fillipe! Blz?
    Muito bacana o texto! Descobri que preciso melhorar meu jogo por blefe, sempre erro feio!
    Vou procurar textos e vídeos sobre o tema. Se tiver algo pra indicar, ficarei agradecido!

    Abrazz!

    Responder
    • Fala Sérgio! Beleza irmão?! Pow velho, me desculpa só responder seu comentário agora, eu não tinha visto, revisando os comentários pra uma outra coisa que estava procurando foi que eu vi sua pergunta, me perdoe.
      Então cara, tem que ter cuidado quando jogar por blefe as mãos, você tem que saber por que está blefando, contra quem e o que você está tentando representar. O range nessas ocasiões é a coisa mais importante. Que range você aparenta ter pro seu adversário, que range ele provavelmente tem, e que range você quer que ele pense que você tem. E tudo isso tem que ser pensado e ter lógica nas suas ações, acho que desse jeito vai passar mais. Esse tema é muito amplo, precisaria de algumas horas de conversas e review, mas é por aí.
      Então, sobre textos e vídeos, temos uma porrada na internet. Todos eles vão ter situações de blefe, então pode procurar no youtube, os do akkari por exemplo do na mira do pro la no canal dele é muito bom! Eu vi a alguns anos e mudou muito meu jogo, além disso as escolas on line, seguir os bons jogadores no facebook, etc.. Acho que é por aí. Qualquer coisa, estamos a disposição, abraço!

      Responder

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>